Editora

Chiado

Eu nem sei porque estou escrevendo isso agora.

Eu deveria ter postado isso antes, aliais foi depois desse dia que resolvi fazer essa parte do site
de Mundo Melhor.
Para ser mais detalhado, eu estava com "insonia".
Não uma insonia assim de nunca te deixar dormir, mas em vez de eu deitar
e pensar em livros, ou em qualquer merda da minha vida. Eu ficava pensando nisso.
Eu senti que tinha que doar algumas roupas a pessoas que moram na rua.
Não sei se você que está lendo acredita em Deus, mas para mim era ele.
Era eu me deitar que vinha essa vontade imensa de fazer isso, realmente eu não via a hora 
de fazer isso que vou dizer agora:
Eu e meu amigo saímos de casa, a procura de andarilhos para dar as minhas roupas.
Rodamos em vários lugares da cidade de Lins-SP.
Foi difícil achar acreditem, fomos em todos os lugares que eles ficavam e a gente não achava
nenhum. Então fomos em frente de uma igreja católica, que não faço nem ideia do nome
chegando lá, tinha dois "amigões". Parei o carro de um lado e de longe um deles já me gritou
"Algum problema?" Eu pensei nisso, esses caras não devem ter a paz de uma noite bem dormida.
- Eu to com umas roupas aqui, vocês querem? - Eu gritei.
- Ou amigão, quero sim! - Agora a voz dele já estava bem mais tranquila.
Atravessamos a rua e levei duas sacolas de roupa, tínhamos comprado um lanche a mais e também oferecemos, e deixamos com eles o resto da coca que compramos.
Só sei que em todas as frases que um deles dizia, ele usava "Amigão"
Quando entramos no carro, meu amigo apenas disse isso.
"Rapaz, nos só achamos eles, isso tudo era pra chegar neles mesmo"
Deus?
Bom. Só sei que no outro dia perdemos as contas de quantos andarilhos achamos pela rua,
por volta do mesmo horário.
PS: Eu não tenho foto do meu amigão. Queria ter registrado.
(Essa parte do site é incentivar as pessoas a ajudar as outras pessoas)

Esses dias assisti um vídeo e eles diziam que:
 "As vezes ajudar não é dar o que sobra mais sim o que falta"
Eu fiquei triste por isso, porque eu já dei o que sobrou.
Eu descordei disso no vídeo, porque eu penso assim. Não importa se você
ajuda com o que sobra ou com o que falta, porque importante é ajudar gente!
E porr* as vezes o que sobra pra você é o que falta para outras pessoas.


2 comentários

  1. Olá! Como vai?
    Estou te indicando (intimando) a responder essa tag http://destinosopostos.blogspot.com/2014/09/tag-um-livro-e-um-filme.html haha, é a primeira que eu mesmo faço por isso quero muito que dê certo.

    Beijos - Destinos Opostos

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Acessei o blog só por acaso mesmo. Vi aquela mensagem no Skoob e já me interessei por tudo isso: o livro, o blog o vídeo. Mas, neste espaço, como quem não quer nada, me deparei com esse texto. É algo que eu sempre penso. Não faço nada por ninguém, a não ser o que convém, e isso de alguma forma me mantem refém de mim mesma. Eu gosto tanto de bicho, gosto tando de gente, mas o que eu faço para que eles vivam melhor? Nada... :(

    ResponderExcluir

 

Curta minha fã page

Booktrailer

Seguidores